O site da Contabilidade Cidadã utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Compensa estudar de madrugada?

Compensa estudar de madrugada?

Mais importante do que o horário dedicado ao estudo é a qualidade dele. Você pode optar por estudar de manhã bem cedo, ou no horário do almoço, ou de noite, ou até durante a madrugada, desde que tenha prazer pelo que está fazendo, empregue a técnica mais adequada e desenvolva o hábito de estudar sempre.

Estudar de madrugada tem algumas vantagens: não haverá ninguém para interromper, o celular não vai tocar – ainda assim, recomendo que você o mantenha bem longe –, vai haver menos distrações, a concentração fica mais fácil, graças ao silêncio da noite… Contudo, essa opção também tem algumas desvantagens que, se não forem bem administradas, podem prejudicar o candidato.

A primeira delas é que o estudo até tarde tende a atrapalhar o rendimento no trabalho, no dia seguinte, especialmente se for preciso acordar cedo. Além disso, pode diminuir o rendimento do concurseiro que quiser estudar um pouco nos horários vagos durante o dia. É natural que o estudante notívago se sinta um pouco cansado de dia, já que o corpo, em regra, não é feito para trocar o dia pela noite. Aliás, muitas pessoas só conseguem estudar durante a madrugada à base de cafeína e de bebidas energéticas, que precisam ser consumidas com moderação para não prejudicarem a saúde no médio prazo.

Não se trata, portanto, de prática recomendada para todos. Todavia, se você não tem alternativa e essa for a sua única solução, vá em frente. Eu, mesmo, já virei inúmeras noites estudando e conheço muito bem todas as vantagens e desvantagens dessa opção. Hoje, olhando para trás, percebo que às vezes era inevitável recorrer a ela, mas, em outras ocasiões, eu poderia ter pelo menos reduzido essa necessidade se tivesse organizado melhor o meu tempo. Por isso, minha principal dica é que você avalie bem o seu caso. Calcule exatamente o tempo de que você dispõe durante o dia. Considere cada minutinho vago, e, caso não tenha jeito mesmo, estude de madrugada, sabendo que é algo temporário e imprescindível para que você, em breve, melhore de vida.

Só um detalhe: não desmereça a importância do sono para a memória. Durante o dia, as informações são guardadas apenas na memória de curto prazo. É durante o nosso repouso noturno que elas se deslocam para a memória de longo prazo. Apenas as informações que tratamos como importantes são efetivamente guardadas na mente, mas precisamos dar ao cérebro o comando de que elas devem ser lembradas oportunamente. Portanto, aconselho que você durma pelo menos o mínimo necessário para manter sua memória funcional, ou os seus estudos não renderão os frutos esperados.

Por fim, saiba que o organismo vai reclamar no início, quando você começar a abrir mão de algumas horas de sono para estudar madrugada a dentro. Cabe a você forçar a adaptação do seu relógio biológico e criar o novo hábito. Sei que é um desafio e tanto! Pode contar conosco nessa missão.

Fonte: Gran Cursos

O Gran Cursos Online Coaching oferece atendimento individual e personalizado e vai colocar você rumo ao sucesso. Clique no botão abaixo e comece a estudar agora mesmo!

 Matricule-se

Envie seu comentário